Legislação brasileira: veja mais sobre INSS.

A legislação trabalhista é regida por um código chamado CLT (“Consolação das Leis do Trabalho”).

O INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) administra o sistema previdenciário e previdenciário.

O direito social é altamente desenvolvido no Brasil. Embora seja muito fácil dispensar um funcionário no Brasil (certamente mais fácil do que na maioria dos países da Europa continental), os regulamentos concedem aos funcionários muitos direitos de apelação. Assim, existem quase 2 milhões de ações judiciais movidas perante a Justiça do Trabalho a cada ano.

Por outro lado, a reviravolta na equipe é muito alta em comparação com os padrões ocidentais, sendo parte da cultura brasileira, e não apenas o resultado de uma economia em expansão com baixo nível de desemprego.

  • Para que o contrato de trabalho seja válido, as seguintes condições são necessárias:
  • registro no INSS,
  • constituição do Fundo de Garantia do Tempo em Serviço (FGTS – Fundo de Previdência),
  • entrada no Relatório Social Anual (RAIS).

O período experimental é de 90 dias. O funcionário deve ter um livro de registro pessoal (Carteira de Trabalho, ou CTPS), contendo a lista detalhada de experiência de trabalho anterior e informações de previdência social. Este documento traça toda a carreira do empregado (lista de empregadores, cargos ocupados, datas de recrutamento e quebra de contrato, remuneração, etc.).

O empregador deve abrir para cada um de seus funcionários um fundo de reserva (Fundo de Garantia para o Tempo em Serviço). A cada mês, um valor equivalente a 8% do salário bruto (+ 13º mês, feriados e bônus) é pago neste FGTS. Este 8% é retido nos contracheques.

Excetuando casos de renúncia, quando o empregado deixa a empresa, o valor do FGTS acumulado é pago a ele. Além disso, pode haver um pagamento de indenizações igual a 50% do valor acumulado do FGTS (40% para o empregado demitido e 10% para a seguridade social).

Em caso de renúncia, o valor do FGTS não é pago ao empregado. No entanto, o funcionário nunca perde os benefícios desse montante: o valor acumulado é retido até que o empregado enfrente um futuro demitido.

 

Ferramentas do Google – Conheça-as

Ferramentas do Google – Conheça-as

O e-mail do Google permite uma série de ferramentas muito úteis e fáceis de usar.

O Google Agenda oferece uma longa lista de calendários predefinidos, variando de feriados em muitos países a eventos esportivos e fases da lua.

O Google Agenda pode exibir vários calendários simultaneamente. Embora a interface seja bastante complexa, ela é quase tão responsiva quanto a interface de um cliente pesado tradicional; apenas um clique exibe instantaneamente ou oculta o calendário da agenda. Usual views, por dia, por semana, ou por mês estão disponíveis, bem como uma visão da agenda.

O Google Agenda pode exportar um calendário específico ou uma coleção inteira deles. O padrão iCalendar é usado porque é reconhecido pela maioria das ferramentas de planejamento, como o Microsoft Outlook, o Calendário, o Apple iCal, o Yahoo! Eventos e assim por diante. Essas mesmas ferramentas poderão, portanto, interpretar corretamente os convites enviados pelo Google Agenda (e vice-versa). Os arquivos que usam esse formato são reconhecidos por sua extensão .ics. Um conjunto de documentos pode ser compartilhado com pouquíssimos cliques.

Ao entrar na conta  do seu e-mail Gmail, você tem acesso à todas as outras ferramentas do Google e pode usá-las gratuitamente. O login é integrado e ao fazer um Gmail você tem esses benefícios todos em um único lugar ou Login. No início dos e-mails, o Hotmail foi a plataforma com mais usuários. Porém, hoje o Gmail já o ultrapassou e é o grande líder do segmento.

As mensagens instantâneas, chamadas Google Talk, estão disponíveis diretamente no Gmail. Ambas as aplicações compartilham os mesmos contatos. Os ícones a seguir indicam o status de cada contato: Nos bastidores, o Gmail determina automaticamente com qual usuário você entra em contato com mais frequência e os incorpora na lista do Google Talk. É possível, no entanto, verificar uma opção no Google Talk para que o sistema pergunte explicitamente se o contato deve ou não ser adicionado à lista de bate-papo.

O Google Talk oferece chat em grupo. Cada usuário pode convidar vários outros usuários em um bate-papo.